Este site usa cookies.
Os cookies usados no website não armazenam nenhum dado pessoal.
Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de cookies.

Aceitar & continuar a navegar
Cortes de Cima Branco

Um vinho gastronómico, com ricos sabores de fruta e uma boa acidez. Um lote, envelhecido em barrica, de variedades locais e internacionais plantadas nas nossas vinhas no litoral atlântico e no quente interior alentejano.

Vindima

Condições quase perfeitas terminaram mais cedo devido às chuvas no final de Setembro. O verão foi ameno, permitindo uma maturação lenta e elevados níveis de acidez natural nas uvas.

Vinificação

Das nossas vinhas na Costa Atlântica Alentejana, as uvas das castas Alvarinho e Sauvignon Blanc são loteadas com uvas Viognier, provenientes do interior da região, da herdade Cortes de Cima, onde seguimos um programa de viticultura sustentada.

As uvas, colhidas durante o período fresco do amanhecer, foram desengaçadas e prensadas, seguindo–se uma decantação a baixas temperaturas durante 24h. A fermentação decorre a temperaturas controladas durante 15 dias em tanque, a que se segue um estágio em borras finas com agitação regular.

Envelhecido durante 6 meses em barricas de carvalho francês (40%) até altura do engarrafamento em Abril de 2015. Engarrafado em Abril 2015.

Notas de Prova

Este vinho apresenta delicadas notas de flores de citrinos e um paladar elegante.

 

Designação: Vinho Regional Alentejano
Castas: 50% Alvarinho, 30% Viognier e 20% Sauvignon Blanc
Viticultura Sustentável: Protecção Integrada

Ácidos Totais: 5.5
pH Final: 3.24
Açucares Redutores: 1.2
Álcool: 13%
Estágio em Barricas: Parcialmente envelhecido durante 6 meses em Carvalho Francês (40% do volume total)

Produção total: 9.900 garrafas - Colheita, produção e engarrafamento na propriedade familiar.

Prémios

Medalha Grande Ouro - Concurso Vinhos de Portugal 2016
Medalha de Ouro - Concours Mondial de Bruxelles 2016
Medalha de Prata - International Wine Challenge 2016
Medalha de Prata - Intl Wine & Spirit Competition 2016
Medalha de Prata - Vinalies Internationales 2016

Classificações

89 - Robert Parker
16,5 - Revista de Vinhos
 

Reviews

With a touch of cream on the finish, this has sensual texture and a feeling of fullness in the mouth. The fine concentration blends with the texture to make this very caressing, but it does not lose its freshness in favor of other components. It handles the oak easily and finishes clean and a bit fruity. –Mark Squires eRobertParker.com

Well-spiced, with juicy flavors of ripe melon, citrus and kiwi that offer a medium-weight profile. The finish is creamy and lush, with candied ginger and dried apricot notes. – KM – Wine Spectator

Alvarinho, Viognier e Sauvignon Blanc, das vinhas que a casa tem no litoral alentejano. Muito intenso nas notas de frutos tropicais, citrinos e flores secas, barrica bem discreta e integrada. É um branco de grande poder de sedução, cremoso, vibrante, fresco, longo. – LL – Revista de Vinhos

Parcialmente fermentado em barrica. Cor citrina um pouco mais carregada que o habitual, aroma com abundantes citrinos, folha de limoeiro, tudo muito fino e atractivo. Aroma muito atractivo, assente sobretudo na fruta madura e leve compota e nenhuma evidência da barrica. Redondo e volumoso na boca, acidez muito viva, sente-se um branco cheio mas elegante, com final agradável, focado na fruta madura. - JPM – Vinhos de Portugal 2016

Track Record

Vindima 2013 – Trophée Dry White Wine – Vinalies Internationales 2015
Vindima 2013 – Medalha de Ouro – Vinalies Internationles 2015
Vindima 2012 – Medalha Ouro – Challenge International du Vin 2014
Vindima 2012 – Medalha Prata – Intl Wine & Spirit Competition 2014
Vindima 2012 – Medalha Prata – Vinalies International 2014
Vindima 2012 – Medalha Prata – Concours Mondial de Bruxelles 2014